História

IMG_1138O ícone gastronômico da Espanha, a Paella nasceu na região de Albufera em Valência, comunidade marcada por vastas plantações de arroz em seus terrenos alagados, herança da dominação árabe na Península ibérica durante o século VIII.

Uma das primeiras referências sobre plantações de arroz nessa região foi em 1513 no livro “Agricultura General” de Gabriel Alonso de Herrera(1470-1539).

De origem camponesa, a paella nasceu da necessidade das comunidades se alimentarem utilizando os ingredientes locais. Assim, o Arroz à Valenciana, como era conhecida a Paella, inicialmente era composto por arroz, carnes e legumes, além do açafrão espanhol.

Segundo o jornalista Adriano Mello, a primeira receita de Paella documentada aparece em um manuscrito do século XVIII entitulado ‘Avisos, i instruccions per lo principiant cuyner’ escrito por Josep Orri. 

1ªExposiçãoA Paella veio a se internacionalizar a partir da Exposição Universal de Londres em 1851.

Existem duas teorias sobre a origem do nome Paella. A primeira seria a palavra Patella, de origem no latim que é o nome de uma panela usada na Roma antiga a qual era larga e funda, com uma alça de cada lado. Outra teoria, esta mais romântica, seria de que a paella era uma comida produzida pelos homens na volta da caça para suas mulheres (Para-ella)

O prato de origem camponesa ganhou requinte ao longo dos anos por cair nas graças da nobreza. Hoje em dia ainda é um prato a ser saboreado

Tipos

Existem os seguintes tipos de paella:

Paella à Valenciana

A receita original leva frango, coelho, frango ou até pato, além do açafrão espanhol.  Mistura carne com marisco, incluem ingredientes tais como ervilha, cebola, chouriço ou salsicha. 

Pin em Paella veneciana

Paella Marinera

É a paella que leva somente pescados: camarões, mexilhão, vôngoli e lula.

Esta é a especialidade da chef Thais Okamoto, a qual é servida no Restaurante Sabores das Águas, sendo também preparada pela chef sob encomenda em eventos.

Para você que é fã dessa deliciosa iguaria, segue a receita da chef Thais Okamoto de Paella Marinera, um de seus pratos mais solicitados.

Receita Paella Marinera Chef Thais Okamoto

Tempo de preparo 60 min | Rendimento 8 porções

Ingredientes decoração:

  • 8 unidades de camarões grandes limpos ou lagostins inteiros para decorar
  • 80ml de conhaque
  • ½ pimentão vermelho em tiras
  • ½ pimentão amarelo em tiras
  • 1 pimentão verde em tiras
  • Ingredientes  da Paella:
  • 1 pimentão verde picado
  • ½ pimentão vermelho médio picado
  • ½ pimentão amarelo médio picado
  • 6 dentes de alho amassados
  • 1 cebola grande picada (brunoise)
  • 240 grs de arroz parboilizado cru (cálculo de 30gr de arroz por pessoa=100gr arroz cozido)
  • 200 grs de filé de peixe branco firme (tilápia, abadejo, dourado do mar, pirarucu, pescada amarela) cortados em cubos;
  • 250 grs de lula em rodelas;
  • 250 grs de mariscos sem concha;
  • 16 unidades de mariscos na meia concha
  • 250 grs de tentáculo de polvo ou de lula
  • 500 grs de camarões pequenos limpos
  • 2 tomates maduro sem pele picados
  • 100gr de ervilha fresca congelada
  • 1 maço de cheiro verde picado
  • 1 colher (café) de açafrão espanhol em pó ou 1g de açafrão em estigmas
  • 1 colher (sobremesa) de açafrão da terra (cúrcuma)
  • 1 colher (sobremesa) páprica (doce ou defumada)
  • Azeite Puro de Oliva para refogar
  • 2 limões tahiti
  • Pimenta do reino branca
  • Ingredientes caldo de peixe
  • 1 colher (sopa) de salsão picado
  • 1 cenoura média em rodelas
  • ½ maço de cheiro verde
  • 1 cebola média cortada em 8 pedaços
  • 2 dentes de alho
  • 1 cabeça de peixe
  • Cascas de camarão

Modo de Preparo:

Tempere os camarões, o lagostim e o peixe com sal, limão e pimenta do reino branca. Reserve na geladeira.

Em uma panela de pressão, disponha os tentáculos com 2l de água e todos os ingredientes do caldo de peixe. A partir do momento em que soltar pressão, conte 12 minutos. Retire da pressão, separe os tentáculos, corte em cubos. Coe o caldo e reserve,

Em uma paellera de 38cm com teflon aqueça o azeite de oliva. Refogue os lagostins ou os camarões grandes para decorar, tempere com sal e pimenta do reino branca. Flambe com conhaque. Reserve.

Adicione mais azeite, refogue os pimentões em tiras. Adicione sal e pimenta do reino branca. Flambe com conhaque. Reserve.

Adicione mais azeite de oliva. Refogue o alho, cebola, e em seguida os pimentões. Após este estar bem cozido, comece a adicionar os pescados, começando pelos mais firmes para os menos firmes: primeiro o mexilhão, então a lula em anel, o peixe em cubos, e finalmente os camarões. Adicione o tomate picado. Mexa bem. Adicione o açafrão, a cúrcuma e a páprica. Adicione o arroz parabolizado. E então, adicione o caldo de peixe quente já coado. Cubra com o mesmo volume. Acrescente metade das ervilhas e metade do cheiro verde picado. Corrija o sal e a pimenta.  Cubra e deixe cozinhar.

Quando o caldo abaixar é hora de colocar a decoração. Disponha os camarões ou lagostins, as tiras de pimentões, os mariscos nas concha, as ervilhas e cheiro verde restantes. Deixe cozinhar. Quando estiver faltando 1 dedo de caldo, e o arroz já estiver cozido, desligue a paellera e cubra. Sirva após 3 minutos.

Referências;

https://pt.wikipedia.org/wiki/Paelha
https://travesiasdigital.com/comida/historia-paella-origen-variaciones-cocina-espanola
http://wikipaella.org/blog/la-paella-claves-de-su-historia/
Open chat